O que é espiritualidade?

O termo espiritualidade é carregado de sentidos. Muitos acreditam que seria um modo de ser restrito à monges, padres ou somente àqueles que seguem estritamente as religiões, outros o veem como um sinônimo de misticismo e ocultismo.

nós somos o universoOs novos paradigmas da ciência desafiaram dogmas antigos de muitas tradições, o que levou ao afastamento de parte da humanidade das religiões organizadas. Contudo, é cada vez maior o número de pessoas que percebe a possibilidade de ter espiritualidade em suas vidas sem estar diretamente associado à algum culto, credo ou ritual. E mesmo dentro de diversas linhas religiosas vemos uma crescente abertura para o entendimento de que a realidade é uma só e que a essência das religiões passa sempre por temas centrais como amor, perdão, compaixão e paz.

O próprio sentido da palavra religião, que vem do latim religare, significa religar, reunir o ser humano à sua origem, à sua verdadeira natureza interior de paz. Desta forma, todo e qualquer impulso humano que nos possibilite a reconexão com nós mesmos, com o outro e com a vida é uma expressão religiosa no verdadeiro sentido da palavra. Assim, a religiosidade está presente no carinho da mãe, na amizade verdadeira, na caridade e no voluntariado, no cuidado com os outros seres e com a natureza, ou seja, em toda relação sincera e consciente que nos leva de volta à união. Mas principalmente, a espiritualidade consiste nesta dimensão interior humana onde nos reencontramos conosco e, mesmo que por um breve momento, nos permitimos ser quem realmente somos, deixando de lado todos os nossos conceitos e pré-conceitos, percebemos que somos parte inseparável da vida, que se manifesta em nós e através de nós, contemplando o mistério que existe em nosso interior.

Muitos caminhos podem nos levar a esse reencontro com a vida. A meditação, o Yoga (que significa literalmente “unir”), a oração, o encontro verdadeiro com o outro e também as artes, a música, a dança etc., todas são vias onde cada indivíduo pode reconhecer a existência de uma realidade mais profunda, além de todas as preocupações do mundo. Esta oportunidade para vislumbrarmos a paz interior está disponível para todos nós no momento presente e independentemente se você se considera religioso ou cético, o processo de autoconhecimento irá levá-lo necessariamente a ser uma pessoa melhor, que irá criar um mundo melhor, pois o mundo é feito de pessoas, certo? Como Gandhi, nos dizia: “seja a mudança que deseja ver no mundo”.

Mesmo que muitos esperem encontrar um céu ou um inferno fora de nós, Jesus já apontava dizendo “o reino dos céus está dentro de vós”. A paz existe dentro de nós, não se deve buscá-la apenas no mundo exterior. De que adianta fugirmos para o alto de uma montanha se carregamos conosco uma mente agitada e infeliz. A verdadeira espiritualidade nos leva à integração entre mente, corpo e consciência, para que estejamos inteiros diante dos desafios da vida e possamos ser naturalmente éticos, saudáveis e felizes.

~ Marcus Fonseca

Tags:

2 comentários

  1. Excelente explanação! obrigada.

    JESSICA SILVA
    1. Agradecemos o seu feedback, Jéssica! Continue nos acompanhando para ler os próximos artigos. Abraços!

      Instituto EntreSer

Envie seu comentário

Copyright 2020 ©  Instituto EntreSer – Todos os direitos reservados

r.ramos infotec

Receba nosso Conteúdo

Miminizar Maximizar Fechar