Depoimentos

Encontrei o caminho da medicina ayurvédica depois de um longo tempo de perguntas em minha vida. Com certeza, buscava respostas para minha saúde, para meus hábitos e meus conflitos. Porém, para além de respostas, a medicina ayurvédica me deu a experiência de um encontro.

Respostas e experiência são coisas muito diferentes. Respostas são frias e ocas, a experiência é quente e cheia de vida. O encontro que experimentei, me trouxe mais perguntas, que me fizeram aprofundar ainda mais naquilo que vinha observando e refletindo. Encontrar com a sabedoria do corpo traz muita responsabilidade. Precisamos aprender a respeitá-lo e, para isso, é preciso abrir mão de muitas construções que fizemos para nós mesmos. O encontro com o corpo, com sua sabedoria, chegou então em minha vida como um chamado. Somos chamados a superar a nós mesmos, para nos tornar o que verdadeiramente somos.

E diante dessa responsabilidade e dessa liberdade, espero conseguir caminhar

Cláudia Salum

Cláudia Salum

Psicóloga, 31 anos

Minha experiência com o (a) Ayurveda tem sido marcante e transformadora. A começar pela compreensão multissensorial do indivíduo dentro dessa filosofia. Somos vistos – e por consequência, passamos a nos ver – de forma completa, seres bio psico espirituais integrais. Essa perspectiva pauta a busca pela manutenção de um estado ótimo de saúde e aprimoramento contínuo. Ao aceitar o desafio de viver com escolha e deliberação, assumi ativamente a tarefa de visar pelo meu próprio bem-estar. Sendo assim, passei a evitar qualquer tipo de escapismo, contrapondo-me a tendência atual da adaptação a deformidade.

Tendo praticado Yoga durante muitos anos, já estava ciente dos aspectos biológicos, interpessoais e ambientais que compõe nossa totalidade corporal e influencia nossa individualidade. Já faziam parte da minha rotina o auto-questionamento, a auto-atualização e a auto-realização, mas o (a) Ayurveda fez com que eu os vivenciasse de forma ainda mais profunda e realizadora.

Carolina Feldmann

Carolina Feldmann

Psicóloga, 35 anos

Com os ensinamentos da yoga e o tratamento Ayurvédico aprendi a buscar a paz mental e o equilíbrio nas pequenas práticas cotidianas, trazendo um auto-conhecimento e redirecionando todos os aspectos da minha vida, Agradeço imensamente ao Marcus, pelos riquíssimos ensinamentos e pela atenção e dedicação.

​Hanna​ Zambotti

​Hanna​ Zambotti

Cientista Social, 24 anos

Marcus e eu nos conhecemos através da sua maravilhosa prática de Yoga e Meditação no gramado da UFMG. Apesar de considerar-me relativamente saudável, eu estava interessada em meu crescimento através do Ayurveda, para melhorar minha alimentação e bem-estar em geral, como também manter e aprimorar minha saúde para o futuro. Nós começamos com uma avaliação de minha constituição e, em seguida, Marcus criou um plano alimentar específico para mim. Fazer as desintoxicações por meio da dieta me fez sentir mais jovem e mais saudável. Eu também experimentei uma série de massagens ayurvédicas com ervas e óleos específicos para a minha constituição. Cada uma delas foi tão única e especial! Praticar Ayurveda e Yoga com Marcus é um presente de bem-estar que eu recomendo a todos.

Shellwyn Badger

Shellwyn Badger

Professora (UFMG), 42 anos

A experiência que tive no Instituto EntreSer, com Marcus e todos envolvidos foi realmente fundamental e profunda. Ali pude experienciar múltiplas dimensões do Ser, dentro das diferentes visões orientais. Isso se deu primeiramente através das aulas de Yoga, através da qual o equilíbrio entre o físico, o energético e o espiritual era buscado. Assim, através das diferentes técnicas, conjugando ásanas, pranayamas, meditação e relaxamento pude experienciar essa reunião com o Ser, objetivo fundamental do Yoga. Além de qualquer questão estética ou psicológica, o processo das aulas me conduzia sutilmente à integração das múltiplas dimensões do Ser. Tudo isso era complementado com as informações compartilhadas em encontros sobre as culturas e filosofias orientais, abordando temas como Ayurveda, hinduísmo e tantos outros que tive ali um primeiro contato. Poderia dizer que a vivência ali representou um passo a mais no caminho do autoconhecimento e da espiritualidade.

Gabriel Braga

Gabriel Braga

Historiador, 31 anos

Uma das primeiras coisas que eu avalio quando me deparo com uma palestra é o palestrante. Primeiro vejo a intenção que está por trás de todo aquele movimento. É uma espécie de avaliação do sentido coisa, do seu valor. Se o que se busca é o Bem, fico tranquilo e passo para o segundo critério que é a capacidade de síntese do palestrante. A capacidade de síntese demonstra o conhecimento adquirido pelo palestrante, a dedicação que ele teve e a capacidade de transmitir o que aprendeu. Por último, como terceiro critério, vejo o quanto o palestrante é aquilo que diz. É um critério de coerência.

As palestras de Marcus me foram muito valiosas porque fui capaz de estar mais próximo de temas que me são caros e a poder compreendê-los com mais exatidão, estar mais próximo de vivê-los. Foram palestras capazes de tocar todos os âmbitos do meu Ser (corpo, mente e espírito).

Por isso, só me resta agradecer o carinho e a dedicação que recebi vindos de vocês, até mesmo este convite para escrever o depoimento veio preenchido desse cuidado e dessa atenção tão característico de vocês e de tudo que vocês prezam e realizam.

Breno Bucek

Breno Bucek

Psicólogo, 27 anos

Copyright 2020 ©  Instituto EntreSer – Todos os direitos reservados

r.ramos infotec

Receba nosso Conteúdo

Miminizar Maximizar Fechar